O Hábito faz o Monstro nº18

25,00

Olá

Bem-vindos

Esta publicação é uma seleção de desenhos feitos nos últimos dez anos.

Desenhos que foram feitos espontaneamente, quase sempre com o mesmo ponto de partida, alguns com um objectivo e outros apenas pelo puro prazer de brincar com linhas e formas. A práctica do abstrair de tudo e apenas fazer. Por vezes começo um desenho apenas a deixar sair tinta da caneta, e sentir, o tempo a parar de correr e estar no momento puro presente, sentir a paz que se instala quando apenas se faz. Ao fazer esta seleção reparei como se repetem temas, formas, linhas que parecem intencionais, numa procura de algo. Na verdade, os desenhos que mais gosto, são aqueles que não me lembro de os ter feito. Como pegadas na procura de um conteúdo, o escavar um buraco no escuro por algo que traga luz. Ilustrar o processo de viver, olhar para dentro e trazer cá para fora, coisas sobre as quais não consigo usar palavras. Dar asas à liberdade de criar, com o foco no sentir, no que é ser humano, no que é estar verdadeiramente vivo. Por isso esta compilação de desenhos do passado surgiu da vontade de partilhar, e ajudar a andar melhor para a frente, bem acente no presente.

____________________________

Hello

Welcome

This publication is a selection of drawings made in the last ten years.

Drawings that were made spontaneously, almost always with the same starting point, some with a purpose and others just for the pure pleasure of playing with lines and shapes. The practice of abstracting from everything and just doing. Sometimes start a drawing just by letting ink out of the pen, and feel, time stop running, being in the pure present moment, feel the peace that sets in when just in the act of doing . In making this selection I noticed how themes, shapes, lines that seem intentional, appear repeated like in search of something. In fact, the designs I like best are those that I don’t remember making them, Like footprints in search of content, digging a hole in the dark for something to bring light. Illustrate the process of living, looking in and bringing out, things that words do not open. Giving wings to create freely, with a focus on feeling, what it is to be human, what it is to be truly alive. So this compilation of drawings from the past came from the will to share and to help moving better forward, well based on the present.

Category:

Additional information

Size

17,5x25cm

Reviews

There are no reviews yet.

Be the first to review “O Hábito faz o Monstro nº18”

Your email address will not be published. Required fields are marked *